Minha Conta

Alexandrine Brami - Equipe

Alexandrine Brami

Título do Post

Alexandrine Brami é francesa, doutoranda e mestre em Ciências Políticas pelo Institut d'Études Politiques de Paris (SciencesPo), diplomada pela École Normale Supérieure, bacharel em Economia e Sociologia pela Universidade Paris X-Nanterre. Lecionou na Sciences Po entre 2002 e 2006. No Brasil, lecionou como professora convidada na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), na Universidade de São Paulo (USP) e na Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) onde ministrou um curso de preparação ao exame de admissão na Sciences Po.

Além de lecionar em instituições de ensino de excelência na França e no Brasil, é pesquisadora do Centre d’Études et de Recherches Internationales (CERI/Sciences Po), membro do grupo de pesquisa “Moeda e Crédito” do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política da Pontifícia Universidade Católica em São Paulo (PUC-SP), e coordenadora de pesquisa no GVCenn-Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV-SP. Dedica-se à política comparada, às análises sobre a dinâmica política nas federações em transformação (Brasil, Rússia) e em construção (União Européia). Pesquisa comparativamente problemas ligados à descentralização fiscal e financeira, à governabilidade e governança e às políticas públicas e de desenvolvimento regional. É autora de vários artigos publicados na França em revistas científicas.

Tem procurado, em todas as suas atividades, ampliar e aprofundar as ligações que unem a França e o Brasil nos setores educativo e cultural. Abriu em São Paulo a primeira “Classe Préparatoire aux Grandes Écoles et Universités françaises”, direcionada para a preparação ao exame de admissão e melhor integração na Sciences Po Paris, École Normale Supérieure, HEC, ESSEC, INSEAD, Université Paris I - Panthéon-Sorbonne, Université Paris IX – Dauphine, entre outras.

Currículo Completo - Formação Acadêmica

SCIENCES PO PARIS (2000-2009)
Mestre e Doutoranda em Ciência Política.Mestrado especializado na Área pós-comunista. Doutorado especializado sobre América Latina. Tese em curso sobre reorganização das finanças públicas no Brasil, sob a orientação do Prof. Olivier Dabène.A Escola Livre de Ciências Políticas criada por Emile Boutmy em 1872, sob o impulso de intelectuais como Taine e Renan, tinha a vocação de formar as elites políticas, econômicas e administrativas da República francesa. Situada em pleno centro de Paris, no bairro de Saint-Germain des Prés, a "Sciences Po", como é conhecida, garante uma formação seletiva, exigente, pluridisciplinar, especializada e fortemente reconhecida internacionalmente.

ÉCOLE NORMALE SUPÉRIEURE DE CACHAN (1998-2002)

Magistère d'Humanités Modernes Bacharelado em Sociologia Política (Maîtrise) Diploma de Economia (Licence)Criada durante a Revolução francesa (1794), a ENS prepara, através de uma formação cultural e científica de alto nível, alunos destinados à pesquisa científica fundamental ou aplicada, ao ensino universitário e, mais geralmente, a servir nas administrações públicas e privadas.

LYCÉE HENRI IV (1995-1998)

Curso preparatório Hypokhâgne e Khâgne B/L
Seção da classe preparatória dos candidatos à École Normale Supérieure (ENS) especializada em Ciências sociais, que oferece uma formação de grau universitário em Economia, Sociologia, História contemporânea, Letras e Filosofia.

Situado em pleno Quartier Latin, frente ao Panthéon, o "Primeiro Liceu da França" (1791) ocupa os edifícios da abadia Sainte-Geneviève. Renomados escritores e filósofos estudaram lá, dentre os quais Alfred de Musset, Jean-Paul Sartre, Paul Nizan, Prosper Mérimée, Michel Foucault, Julien Gracq, Jean D'Ormesson, Jorge Semprun. Henri Bergson, Émile Chartier (o filósofo « Alain »), e Georges Pompidou lecionaram no liceu.

UNIVERSITÉ SORBONNE-NOUVELLE PARIS III (1996-1998)

Diploma universitário em Russo e Civilização Russa

LYCÉE HENRI IV
(1992-1995) - Baccalauréat Série ES (Mention Bien)

Cursos de Especialização

- EUROPEAN UNIVERSITY AT ST. PETERSBURG (out.-nov. 2002)International MA in Russian Studies
- PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA EM SÃO PAULO (março-junho 2002)
- Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política e Ciências SociaisUNIVERSITÉ PARIS I – PANTHÉON SORBONNE (1996-1997)

Línguas
Francês:
língua materna
Português:
fluente Inglês: bom nível
Russo:
bom nível (12 anos de estudo)
Hebraico:
básico (2 anos de estudo)

Atividades de ensino
Formação especializada para educação superior e ensino universitário

Curso e diploma da Ecole Normale Supérieure de Cachan (1998-2002)
A Escola tem vocação para formar "cidadãos já instruídos nas ciências práticas para aprender, sob a orientação dos mais hábeis professores de todas as matérias, a arte de ensinar". Há mais de dois séculos, a ENS forma prestigiosas personalidades científicas e literárias. Louis Pasteur, Henri Bergson, Emile Durkheim, Jules Romains, Jean Giraudoux, Romain Rolland, Alain, Marc Bloch, Michel Foucault, Simone Weil, Jean-Paul Sartre, Raymond Aron, foram seus alunos. A escola também formou grandes políticos como Jean Jaurès e Léon Blum.

Centre d'Initiation à l'Enseignement Supérieur-Sorbonne -CIES-Sorbonne (2002-2005)
Programa de formação ao Ensino Superior.

Atividades de ensino em universidades desde 2002
PUC-SP -
Curso de Relações Internacionais (fev. 2003 - junho 2006)
USP -
FEA/Faculdade de Direito/Instituto de Relações Internacionais (março-junho 2006)
FGV -
Escola de Administração de Empresas de São Paulo Programa Santos Dumont (agosto 2005) Curso preparatório ao exame da Sciences Po (março-junho de 2006)

Responsabilidades administrativas
Diretora Geral do IFESP (desde out. de 2006)
Coordenação no Brasil do Curso Integrado Sciences Po/PUC-SP (2002-2006)
Membro da Comissão de Estudos Universitários e Formação Superior da Câmara de Comércio e Indústria Belgo-Luxemburguesa-Brasileira no Brasil.

Vínculos institucionais
Centre d'Études et de Recherches Internationales (CERI/Sciences Po Paris)
Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (GVcenn, FGV-SP): coordenadora de pesquisa
Membro do Núcleo de Pesquisa “Moeda e Crédito" do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política da PUC-SPMembro do conselho cientifico do Groupe d'Études et de Recherches pour le Français Langue Internationale (GERFLINT)
Colaboradora da revista Synergies-Brésil


Temas de interesse
Finanças: crises financeiras, escândalos financeiros, microfinanças
Finanças Públicas: tributação, reforma tributária, federalismo fiscal
Teoria do Estado: caso particular dos estados federativos e das economias “emergentes"
Cultura e Identidade: trabalhos publicados sobre diversidade cultural e multiculturalismo

Áreas geográficas
Brasil e América Latina
Rússia e Leste Europeu
França e União Européia


Comunicações

« Consumption Taxes in Brazil. Objectives, Constraints, Challenges », Programa EUROsociAL Sector Fiscalidad, Stratégies fiscales en lien avec la cohésion sociale, Brasília, 20-24/11/2006

"Recentralização Tributária no Brasil: Quem paga a conta?", X Congresso Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (X Conaf) - Unafisco Sindical, Natal, 07/11/06

"Épossível empreender no Setor Público?", CEAG, EAESP-Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, São Paulo, 16/10/06

« Hétérogénéité régionale et monopolisation du pouvoir fiscal au Brésil », Séminaire « Hétérogénéités, inégalités et gouvernances au Brésil », EURIsCO et IRIS-CREDEP, Université Paris-Dauphine, 29/11/05.

« Les enjeux du fédéralisme au Brésil », Émission Enjeux Internationaux, France Culture, 17/10/05.

"Microfinanças e Reforma Tributária como alavancas para o Desenvolvimento", United Nations Radio News, 02/05/05.

Publicações
Finanças, Finanças públicas, Microfinanças

« Mondialisation et politique fiscale au Brésil » com Prof. Jean-Marc Siröen, Les études du CERI, Paris: Sciences Po, dezembro de 2007.
"A reforma tributária do Governo Lula: continuísmo e injustiça fiscal", com Carlos Eduardo Carvalho, Revista Katálysis, “Politicas sociais no governo Lula: promessas e realidade", vol.10, n°1, Santa Catarina: UFSC, jan.-juin 2007, pp.44-53.
« L'affaire MMM » ou l'usage politique d'un scandale financier en Russie post-soviétique » in Gilles Favarel-Garrigues (dir.), Criminalité, police et gouvernement : trajectoires post-communistes, Paris, L'Harmattan, coll. Logiques Politiques, 2003, pp.83-108.
MMM : autopsie d'une « affaire ». Malaise, Mythes et Malversations dans la Russie post-soviétique, Mémoire de DEA, Dir. : Kathy Rousselet, Alessandro Stanziani, Paris : Institut d'Études Politiques de Paris, 2001, 152 p.

Cultura, Identidade, Teorias do multiculturalismo
"Conexão França-Brasil: Tudo que você precisa saber sobre a temporada francesa no Brasil", CoolMagazine, São Paulo, abril 2009, pp.62-64.
« L'enseignement dans un contexte pluriculturel et plurilingue », Rapport de Monitorat, Paris : CIES-Sorbonne, juin 2005, 25p.
« Philip Plisson : Les jangadas du Brésil », Photo, n°421, juillet-août 2005, pp.60-65.
"Livro: ponte entre o Brasil e a França", Gazeta Mercantil (03/06/05) e Jornal do Brasil (04/06/05).
« Le Multiculturalisme. Regards croisés sur une réalité et un projet de société », Synergies-Amérique du Nord, n°1 « Le défi de la diversité », Groupe d'Études et de Recherches pour le Français Langue Internationale (GERFLINT), 2004, pp.24-37.
« La jeunesse à Tahiti: renouveau identitaire et réveil culturel », Ethnologie française, n°4 «Outre-Mers: statuts, cultures, devenirs», Paris : Presses Universitaires de France, octobre 2002, pp.647-661. Résumé: http://www.lehman.cuny.edu/ile.en.ile/pacifique/br....
« De la polynésianité à la ma'ohitude : déplacement des frontières ethniques et redéfinition du cadre politique à Tahiti », Hermès, Paris : Centre National de la Recherche Scientifique, avril 2002, pp.367-375.
« L'acculturation : étude d'un concept », Documents pour l'Enseignement Economique et Social, n°120, Paris : Centre National de Documentation Pédagogique, octobre 2000, pp.54-63.
Le renouveau identitaire et culturel dans la jeunesse à Tahiti, Mémoire de Maîtrise, Dir. Martine Segalen, Paris : Université Paris X, 2000, 220p. + annexes (mention Très Bien)

Filosofia política e pensamento político
« La complication. Retour sur le communisme, Claude Lefort », Note critique, Documents pour l'Enseignement Économique et Social, n°119, Paris : Centre National de Documentation Pédagogique, mars 2000, pp.64-70

Vínculo com associações
- Association des Anciens Elèves de l'École des Roches (Embaixadora para o Brasil 2005-2007)
- Association Amicale des Anciens élèves du Lycée Henri IV
- Association des Anciens Elèves et des Elèves de l'ENS de CachanAssociation des Sciences-Po
- Association Française de Sciences Politiques (AFSP)
- Association canadienne de Sciences Politiques (ACSP)
- American Political Science AssociationAssociation Française des Femmes Diplômées des Universités

Prêmios e Distinções
- Prix d'honneur de l'Association des Anciens Elèves du Lycée Henri IV, 1996
- Mention d'Interprétation, concours interscolaire d'art dramatique, Théâtre Montansier de Versailles, 1994
- Prix de M. le Maire de Paris, Mairie de Paris, 1992

Outros artigos publicados:
A reforma tributária do governo Lula
Intégration commerciale et recentralisation budgétaire au Brésil
La jeunesse à Tahiti : renouveau identitaire et réveil culturel
Mondialisation et politique fiscale au Brésil
Frontières ethniques et redéfinition du cadre politique à Tahiti
Intégration commerciale et politique fiscale au Brésil


Matérias:

Tempo bom para plantar eficiência com computação em nuvem - Exame PME
Especialização no exterior - Por Juliana Cruz
Fonte especialista – Trabalho e educação na França - Por Edmilson Campos
Carga tributária: quem paga a conta tem de cobrar mudanças - Unafisco
Mercado de trabalho europeu - Por Rede Lajeado
Participações na TV - Dicas de vinhos - Bom di vinho
Participação em rádio - Entrevista Rádio Nacional - Sobre Emigração Quebec
Gerenciadora de Blog -
O Melhor de Paris e My Little Brasil