Depoimentos

Seu depoimento é importante para nós. Veja aqui alguns depoimentos de alunos e ex-alunos:

A equipe do IFESP me ajudou com a elaboração do dossiê de candidatura que enviei para algumas universidades da França, e também na minha preparação para os exames de proficiência (TCF e DELF B2). Eu tinha menos de 1 ano para realizar esse projeto e, por isso busquei a ajuda do IFESP. Ao final do processo, fui selecionada pela Universidade de Toulouse, atingi o nível B2 no exame do TCF e também consegui o diploma do DELF B2. Deu tudo certo, e dentro de duas semanas estarei partindo pra França!

Considero que tenham sido fundamentais para o meu sucesso: as aulas particulares com o professor Pierre (especializado nos exames de proficiência), a orientação dele para um estudo dirigido, o ótimo suporte do plantão de dúvidas, e muita fé e dedicação extra-classe !

Quero agradecer à Ivone, que me acompanhou desde o primeiro dia, e aos professores Pierre, Marie e Jordane!

Au revoir !
 
Data do Depoimento: 29 August 2016
Postado por: Cristina Maria Trindade Tatit
Intermediário 1 e Preparatório TCF
O Ifesp foi fundamental para a obtenção da minha tão sonhada vaga no mestrado na França!! Fiz tb o curso preparatório para o DALF e consegui o diploma! Os profissionais são extremamente competentes, comprometidos e atenciosos. Super recomendo!!
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Patrícia Cestari
Conheci o IFESP através das vídeo-aulas do youtube quando estava estudando Francês por conta própria.
Por conta de me identificar com o método de ensino deles, resolvi conhecer a escola e o curso, que acabou sendo muito bom para mim.
Fiz o semi-intensivo e em 4 mêses eu aprendi muitíssimo.
O método é muito bom e rápido, mas exige dedicação do próprio aluno também é claro.
Gostei muito do fato dos professores serem franceses e de os meus colegas de classe estarem levando a sério as aulas assim como eu.
Me apaixonei pela língua Francesa.
O IFESP também organiza alguns eventos relacionados a viagens para a frança e cultura francesa, como palestras e workshops. Eu vou em todos os que consigo.
O IFESP também tem uma excelente consultoria. A Alexandra me ajudou muito com minhas dúvidas a respeito de como fazer um intercâmbio para a frança como Au Pair.
Se você quer aprender Francês levando a sério, eu recomendo o IFESP!
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Emerson Henrique
O Ifesp é instituto completo, com profissionais excelentes que, além de ensinar a língua e a cultura francesa te auxiliam a realizar o seu sonho, seu projeto de vida, seja ele aprender Francês, viajar para França, estudar em alguma universidade Francesa ou outros, o pessoal do Ifesp está sempre pronto para te auxiliar a realizá-lo. As palestras são muito bem elaboradas eles estão sempre prontos para solucionar as nossas dúvidas. Sou aluno do curso de francês 100% online do Ifesp. Faça Ifesp você também.
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Júlio César Carneiro Bueno
O Ifesp é um Instituto visionário de alta profissionalidade, com uma equipe séria, comprometida, atenciosa e engajada para levar seus alunos ao sucesso. Dentro de um ambiente acolhedor e descontraído, em muito pouco tempo se aprende não só a língua francesa de forma excelente, mas também a cultura da França. Estudei um ano e meio neste Instituto, o que foi suficiente para que eu conseguisse o diploma de proficiência na língua, Dalf C1, e ser aceita em três excelentes universidades para um mestrado. Faça a diferença na sua vida, na sua carreira! Faça Ifesp!
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Yara Affonso
Olá, meu nome é Ana estou muito feliz de ter encontrado o IFESP. Realizei uma orientação por telefone e me senti mais segura e confiante para seguir cada passo do meu sonho de realizar minha pós- graduação na França. Pessoas atenciosas e muito acessíveis à todas as dúvidas e que também com experiência, indicam os melhores caminhos para alcançar os objetivos.
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Ana Carolina Manrique
Coucou,
Me chamo Patrícia Aburad Marrese e sou graduada em Relações Públicas. Também sou apaixonada por dança desde pequena e, desde que me formei sempre quis atuar na área de Comunicação e Artes do Espetáculo. Como, no Brasil, não achei nenhuma pós-graduação que me encantasse (tenho uma Assessoria de Imprensa cultural), decidi tentar uma pós na França, pelo grande reconhecimento que esse país possui internacionalmente, em particular no segmento de dança!
Não digo que a preparação foi fácil- um ano e meio de curso no IFESP. Sou extremamente grata à equipe, em especial à Pauline, Alexandra e ao professor Pierre, que sempre estiveram dispostos a me ajudar, aconselhar e até mesmo me acalmar! Acabo de receber o aceite da Universidade de Tours! Acho que agora posso dizer: “Vou fazer as malas”!
Gostaria de deixar o meu imenso agradecimento à esse estabelecimento que tanto me ajudou! Quer partir para França?! Faça IFESP!
Um grande beijo
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Patrícia Aburad Marrese
Não é novidade para ninguém que a França conta com tradição acadêmica que é, há muito, referência para diversos estudantes e pesquisadores de diversos domínios do saber. Suas instituições e personalidades o atestam e a mim especificamente muito influenciaram quando de meus estudos na graduação, de uma forma tal que passei a pretender dar continuidade a minha carreira acadêmica lá.

Matriculei-me no IFESP, onde fiz cursos de francês e o preparatório para o Dalf. Após isso, obtive o diploma de proficiência na língua e, então, montei meu dossiê de estudos, contando com o apoio de uma das consultoras do instituto, Alexandra Agostino, que me auxiliou ‘minuto a minuto’, corrigindo-me, discutindo comigo pontos importantes, indicando-me atalhos etc. Daí que meu projeto inicial, vago e confuso, de estudar na França pouco a pouco foi ganhando forma concreta e delimitada, de modo que consegui montar e enviar às universidades um dossiê extremamente preciso e conforme em seus objetivos e escolhas.

O resultado foi, em resumo, um só: conquistei uma bolsa e uma vaga para realizar meu mestrado na França. Por isso, aos ainda duvidosos, sou testemunha de que o trabalho conduzido pelo IFESP é efetivo. Recomendo a instituição a todos que querem aprender a língua francesa e estudar na França.
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Márcio
Após um curso de francês em Bordeaux em 2015 me apaixonei pela França e então decidi continuar meu percurso acadêmico no país. Sou formada em relações internacionais e sempre quis me aprofundar nas questões sociais para então atuar em ONGs ou Organizações Internacionais. Na época ainda não tinha nenhuma informação, não sabia nem por onde começar. Achava que seria um sonho impossível de realizar! Então após uma pesquisa e a indicação de uma amiga, achei o IFESP, que segurou na minha mão desde o dia da orientação e me mostrou o caminho a seguir e as melhores opções para o meu perfil e meus objetivos acadêmico e profissional.

A Alexandra sempre muito prestativa e paciente, me ajudou com toda a documentação necessária, o passo a passo para a candidatura, além de tirar todas as minhas dúvidas. O IFESP me ajudou a transformar aquele sonho impossível em realidade: fui aceita na universidade de Poitiers no Master 1 “Migrações Internacionais” e na Universidade de Lille 1 no Master 1 “Engenharia de Projetos em Cooperação”! O meu trabalho agora será apenas decidir em qual delas ingressar
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Raffaela
Em janeiro de 2014 eu decidi que iria finalmente passar um ano na França e fazer o meu mestrado lá. E o longo e angustiante processo para a candidatura e a obtenção do visto começou. Me candidatei a várias universidades sem ainda saber qual cidade era a minha preferida, sabia apenas que não queria passar muito frio. Feita a candidatura, comecei a me preocupar com o dinheiro, fazendo todas as conversões, eu tinha exatamente o mínimo necessário para viver lá.

A questão financeira começou então a pautar a minha decisão pela cidade onde morar. Pesquisei nos sites das universidades e site de estudantes o custo de vida de cada cidade e a possibilidade de trabalhar paralelamente. Na grande maioria dos sites das universidades, há conselhos desmotivando o estudante estrangeiro que espera encontrar um emprego na França.

Mesmo assim, com o dinheiro contado e toda a vontade do mundo de viver essa experiência, eu parti. Fui para Nice, esperando encontrar além de paisagens belíssimas a possibilidade de um trabalho nos muitos eventos que acontecem em época de temporada.

Cheguei na cidade apenas com uma reserva de um pequeno apartamento feita pelo Airbnb. Encantada pelo sonho sendo realizado, dei andamento ao procedimento de matrícula na universidade e as demais burocracias, como abrir uma conta no banco, ter um registro no sistema de saúde, entender o funcionamento de pequenas coisas como os pacotes de telefone e os anúncios de moradia.

O próximo passo era um emprego, não queria ficar o tempo todo com o dinheiro contado. Passei as semanas iniciais buscando fazer novos amigos e ter com quem dividir minhas angústias, o que foi bem fácil e agradável. Paralelamente, passava muito tempo nos sites de anúncio de apartamento e na busca de um job.

Na segunda semana, eu tinha uma entrevista de emprego e no final do primeiro mês um emprego num colégio, além de vários novos amigos e um quarto numa colocação. Aliás, eu que sempre gostei da minha individualidade, tive dificuldade em optar primeiramente por uma colocação, achando que não poderia me adaptar vivendo com um estranho. Grande erro, mais tarde me dei conta de que esse era um ótimo meio de estabelecer contatos, se desafiar, praticar a língua e fazer amigos.

As aulas começaram e o trabalho também, começava finalmente a me sentir mais integrada, pertencendo àquela cidade linda que me acolhia com braços timidamente abertos.

Na universidade, embora eu tivesse conhecimento da formalidade neste ambiente, fiquei um tanto impressionada com o distanciamento entre professores e alunos. Depois compreendi que a partir do momento que mantinha o “vous” e “madame/ monsieur”, podia ter deles simpatia e também uma certa camaradagem.

Já no trabalho, a formalidade também me impressionava e o desafio era me integrar com meus colegas e me impor diante dos adolescentes do colégio. Mas pouco a pouco as coisas começaram a andar automaticamente, entendi que a seriedade e formalidade não significam desafeto e comecei a conquistar e ser conquistada pelos meus colegas de trabalho. Fiquei impressionada com a compreensão de meus superiores com meus horários de aula, minha agenda de trabalho foi montada respeitando religiosamente minhas aulas, para eles, o fato de eu ter um visto de estudante, os obrigava a adaptarem-se a minha disponibilidade. Por outro lado, também tive apoio de professores quando houve um pequeno conflito de horário, eles também foram solícitos e compreensivos e aceitaram que eu fizesse uma apresentação em outro dia e horário.

Tinha, finalmente, uma vida próxima da dos franceses. Fui me habituando com os supermercados e com o que podia comprar segundo meu orçamento, quando e onde poderia me divertir, e comecei a fazer viagens pela Europa aproveitando de passagens mais baratas, afinal de contas, todos os estudantes com quem me relacionei também tinham um orçamento mais curto e sempre faziam esforços, como em todo o mundo.

Uma das melhores sensações, no fim das contas, era andar pela cidade, pegar o transporte e fazer minhas compras tendo preocupações muito parecidas ou as mesmas que os outros habitantes da cidade. A França é encantadora com toda a sua beleza e cultivo de certos rituais prazerosos como a gastronomia. Como sempre estive apenas com estrangeiros, a maioria franceses, fui me incorporando aos seus hábitos e prazeres, acordar de manhã para ir ao trabalho mas também ter o prazer de compartilhar um taça de vinho na sexta de noite. A sensação de começar a fazer parte daquela cultura que eu sempre admirei, mesmo descobrindo seus defeitos, é uma das grandes conquistas deste desafio que me fez tanto medo. Agora me sinto pronta para voltar ou mesmo me aventurar em outros países, porque tenho certeza de que força de vontade e empenho já são grandes passos ou quase suficientes para conquistarmos nossos objetivos e realizarmos um sonho.
 
Data do Depoimento: 15 August 2016
Postado por: Michelle Gois


Envie seu depoimento sobre os cursos e/ou serviços prestados pelo IFESP.
*Campos obrigatórios.
Seu nome:*
Seu e-mail:*
Sua profissão e/ou Cargo:
Sua Cidade:
Qual curso você fez e/ou serviço você usou:
Sua Foto:
As imagens não podem ser maiores que 500x500 px e 250 kb
Envie seu depoimento::*
Powered by RS Web Solutions



Assine nossa Newsletter

*Ao inserir seus dados nesta página, você concorda que o IFESP, se utilize dos dados pessoais fornecidos, para envio de informações a respeito de eventos, produtos e serviços, comprometendo-se o mesmo ao sigilo e proteção da privacidade dos visitantes.

EVENTOS


 

 

DEPOIMENTOS

A Orientação Acadêmica da IFESP foi ótima! É muito esclarecedora e me ajudou a compreender cada etapa do processo para estudar em universidades francesas. Além de montar um plano para que se atinja o objetivo desejado. Vale muito a pena! Rennier Caselli, 23 anos, estudante de Relações Internacionais na FAAP.

Rennier Caselli
Orientação Acadêmica
Oct 15, 2014